12
outubro
2020
MAIS UM TÍTULO NACIONAL PARA O CICLISTA VISEENSE TIAGO FERREIRA

O ciclista viseense Tiago Ferreira juntou o título nacional ao título europeu de maratona BTT (XCM) na categoria de elite, impondo-se na corrida de 105 quilómetros, disputada em Condeixa-a-Nova.

Campeão Mundial, e campeão europeu em título, camisola que veste nas provas em que participa, Tiago Ferreira confirmou o favoritismo e bateu toda a concorrência, com José Dias, da mesma equipa do viseense, a terminar a corrida no segundo lugar, a mais de 4 minutos do vencedor, e com Bruno Sancho a fechar o pódio e a terminar no terceiro lugar em Condeixa-a-Nova.

Tiago Ferreira é um dos melhores do mundo em BTT, detentor de um vasto currículo que começou a ser construído em 2013, ano em que se estreou a vencer a Volta à Catalunha e o Campeonato Nacional de Cross Country Marathon (XCM).

Em 2014 voltou a vencer a Volta à Catalunha, e em 2015 teve um dos seus melhores anos de sempre: voltou a ganhar na região espanhola, foi campeão nacional pela segunda vez e ganhou as etapas da Taça do Mundo em Mêda e em Laissac. Um ano depois, em 2016, conseguiu uma série de conquistas históricas: foi campeão nacional pela terceira vez, voltou a ganhar em Mêda, estreou-se a vencer na etapa da Taça do Mundo nos Açores, participou nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, foi Vice-campeão Europeu e conseguiu vencer o Campeonato do Mundo de XCM.

Tiago Ferreira foi o segundo português a ganhar um Campeonato do Mundo numa disciplina de ciclismo (depois de Rui Costa). Em 2017, acumulou mais vitórias, com a conquista, pela quarta vez, da Volta à Catalunha , do Campeonato Nacional, e vitórias nas etapas da Taça do Mundo em Laissac, Mêda. Nos Açores, foi Vice-campeão do Mundo, e nesse ano foi pela primeira vez o Campeão da Europa de XCM.

Em 2018, Tiago Ferreira venceu o La Leyenda del Dorado, uma das provas mais difíceis da América do Sul.

O calendário de 2019 estava recheado de hipóteses de alargar o palmarés e Tiago não desapontou: em junho, o português voltou a sagrar-se Campeão Europeu de XCM e escreveu uma nova página de história do ciclismo nacional.

Em 2020, com o ano competitivo deixado em pausa em virtude da situação de saúde mundial, Tiago Ferreira estabeleceu para si mesmo outros objetivos: o viseense propôs-se a acumular o máximo de desnível positivo ao longo de 24 horas. Num percurso de 1.5km com 214 metros de desnível positivo em São Pedro do Sul, Tiago somou 83 subidas e 17.753 metros de desnível positivo acumulado, mais do que um Duplo Evereste. Um feito recompensado com o recorde mundial, certificado pela “Official World Record Association”. 

Agora, novo título nacional em Maratonas BTT, na Categoria Elite.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM 

Copiar link da notícia