21
janeiro
2021
COVID-19: ESCOLAS FECHAM DUAS SEMANAS E SEM ENSINO À DISTÂNCIA

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou hoje o encerramento das escolas de todos os níveis de ensino durante 15 dias para tentar travar os contágios pelo novo coronavírus.

Das creches até às Universidades, tudo fechado durante duas semanas, com apenas algumas exceções nos casos de filhos de profissionais em serviço em serviços considerados essenciais, como médicos e outros.

O fecho acontece já a partir desta sexta-feira, 22 de janeiro, com o primeiro-ministro a adiantar que estas duas semanas sem aulas serão compensadas mais tarde, com redução dos períodos de férias previstos para o carnaval, Páscoa ou nas férias de verão, cabendo agora ao Ministério da Educação definir como essa compensação letiva será feita.

António Costa justificou esta decisão com os dados disponíveis sobre a evolução da pandemia, frisando que o número de casos de infeção pela chamada “estirpe inglesa” do sars-cov-2, conhecida pelo maior potencial de contaminação que apresenta, tem vindo a aumentar, com especial prevalência entre a comunidade escolar.

Esta e outras notícias para ouvir em desenvolvimento na Estação Diária – 96.8 FM

Copiar link da notícia